A Avianca Brasil continua operando normalmente, com seus pousos e decolagens mantidos dentro do cronograma previsto, e o plano de recuperação judicial está bem adiantado.

O plano da Avianca Brasil é continuar voando para 26 destinos, incluindo todos os destinos domésticos que a empresa opera atualmente. A empresa está adequando a sua frota para poder contar com 243 voos diários, com 38 aeronaves para os aeroportos brasileiros. Ajustes domésticos poderão se fazer necessários para a malha doméstica, como tem sido praticado no mercado da aviação.

A única mudança nas rotas foi a desativação dos voos diretos do Brasil para os Estados Unidos, e vice versa, a partir de 31 de março de 2019. Continuará em funcionamento apenas duas rotas para o exterior operadas pela empresa: Fortaleza-Bogotá e Salvador-Bogotá.

Os passageiros que compraram bilhetes para depois da data de encerramento deverão entrar em contato com a agência que vendeu a passagem para maiores detalhes. A Avianca Brasil está focada em garantir a continuidade de suas operações, a sustentabilidade do negócio e em manter a excelência do atendimento que está no DNA da empresa.

A desativação dos três voos internacionais ocorre para que possa ser elaborado o processo de adequação de operação da atual demanda de passageiros. Todos os outros destinos continuam atuando normalmente e são mais de 240 voos diários.

Em nota, a empresa afirmou que esse procedimento de faz necessário para devolver duas aeronaves que fazem voos internacionais às empresas de arrendamento.

A Avianca Brasil é a quarta maior companhia aérea do mercado nacional, com uma participação de quase 14%.

Solicitamos a todos os clientes que adquiriram suas passagens aéreas através do Grupo BACC, que possuírem bilhetes com data de embarque após 31 de março, para entrar em contato conosco e falar, de preferência, com a agente que lhe vendeu a passagem. Cada caso será resolvido individualmente e nossas agentes farão a confirmação da reacomodação.

Informações com dados divulgados pela Avianca Brasil.