Para encarar a Black Friday tem que ter disposição! Para encarar a Black Friday tem que ter agilidade! Se você está pensando em aproveitar as melhores promoções do ano nos Estados Unidos, é hora de começar a treinar. A Black Friday acontece todo ano, sempre na sexta-feira depois do Thanksgiving. Se você gosta de pechinchas e for esperto, seja bem-vindo às olimpíadas das compras!

A “competição” só acontece nos Estados Unidos. Para quem está disposto a enfrentar os riscos dessa batalha, aqui vai um guia de sobrevivência que vai ajudar no treinamento. Afinal, será ótimo levar para casa o tão sonhado prêmio a um custo bem mais baixo que o normal, ou melhor, com um incrível desconto!

Participar da Black Friday não é fácil. É preciso preparação e empenho do consumidor, ops!, competidor. Alguns passos te ajudarão a alcançar o pódio com mais facilidade. O primeiro deles é ter em mente quais são os seus reais objetivos. Um smartphone recém lançado? A tão sonhada bolsa que era caríssima na última visita à loja? Aquele computador espetacular que parecia impossível de pagar?

Conhecer os produtos que você quer comprar é fundamental para o sucesso. Nesta hora vale fazer lista, anotar todas as especificações do produto e, o mais importante, saber o preço real da mercadoria. Como ter certeza que a promoção é realmente boa se você não sabe qual era o preço do produto antes da Black Friday? Conhecer os valores ajuda também a calcular os custos das compras. Saiba exatamente quanto poderá gastar e procure não ultrapassar os limites.

Depois de decidir quais produtos pretende comprar, é hora de identificar em quais lojas você poderá encontrá-los. Persiga suas marcas favoritas. Assine o mailing para receber as promoções antecipadamente, baixe os aplicativos para celular e descubra qual o horário de funcionamento de cada uma das lojas no Black Friday. Algumas abrem na noite anterior, outras durante a madrugada.

Fique atento! Os maravilhosos cupons de desconto também valem para a Black Friday. Você poderá conseguir preços ainda melhores se imprimir algumas promoções extras. Muitas delas chegam exclusivamente para os clientes cadastrados no site da marca. Outra opção é juntar os encartes que são distribuídos na véspera, especialmente dentro dos jornais e revistas.

Conhecer profundamente a loja onde você pretende comprar também é uma estratégia chave. Se a intenção é ir pessoalmente encher as sacolas, vá com antecedência identificar onde estão os seus produtos prediletos. Em lojas como a Macy’s, que tem muitos andares, essa tarefa é obrigatória para ir direto ao ponto.

Caso a preferência seja por compras online, faça o seu cadastro em todas as lojas para não perder tempo no dia da promoção. Se quiser acelerar o processo de compra, e não correr o risco de ficar sem o seu produto, deixe todos os links já salvos no seu computador.

Produtos escolhidos, lojas selecionadas e o mais importante de tudo: despertador ligado! É, pessoal, não tem moleza pra quem quer aproveitar de verdade a Black Friday. Muitas lojas abrem ainda na madrugada e algumas nem fecham as portas da quinta para a sexta-feira. Os primeiros na fila serão os ganhadores dos produtos conhecidos como “doorbusters”. Com preços de espantar, eles fazem muito comprador enlouquecer.

Quem acredita que os descontos terminam nas primeiras horas de sábado está muito enganado. Nos Estados Unidos o consumo é levado ao extremo e as promoções só param quando as prateleiras esvaziam. Exatamente por isso os comerciantes criaram a Cyber Monday.

O evento acontece na segunda-feira, principalmente nas lojas online, com a venda do rescaldo das promoções da Black Friday. Depois de colocar a loja em ordem é hora de ver o que sobrou para mais uma vez liquidar o estoque. O dia é mais tranquilo para compras, porém não oferece tantas opções quanto na sexta-feira.

Fonte: Monique Renne para o site www.melhoresdestinos.com.br