Obama: Bem, acabei de ter a oportunidade de ter uma excelente conversa com o presidente-eleito Trump. Foi abrangente. Conversamos sobre algumas das questões organizacionais que envolvem a estruturação da Casa Branca. Conversamos sobre política externa. Conversamos sobre política interna. E, como disse, a minha prioridade número um nos próximos dois meses é tentar facilitar uma transição que garanta que nosso presidente-eleito seja bem sucedido.

E estou motivado pelo que, eu acho, ser o interesse do presidente-eleito Trump em querer trabalhar com a minha equipe em torno de várias questões que este grande país enfrenta. E acredito que é importante para todos nós, independente de partido e independente de preferências políticas, de agora nos juntarmos, trabalharmos juntos, para lidar com os muitos desafios que enfrentamos.

E, nesse meio tempo, Michelle teve a chance de se encontrar com a futura primeira-dama. E tivemos uma excelente conversa com ela também e queremos nos assegurar que eles se sintam bem-vindos enquanto se preparam para fazer toda essa transição.

Mais que tudo, quero enfatizar, Sr. Presidente-Eleito, que agora iremos querer fazer tudo ao nosso alcance para ajudá-lo a ter êxito – porque se você tiver êxito, o país prosperará.

Trump: Bem, muito obrigado, presidente Obama. Essa era uma reunião que iria durar de 10 a 15 minutos talvez, e iríamos apenas nos conhecer. Nunca havíamos nos encontrado antes. Tenho um grande respeito. A reunião durou quase uma hora e meia. E poderia ter durado, na minha opinião, bem mais tempo.

Nós realmente – nós discutimos várias situações diferentes, algumas maravilhosas e algumas difíceis. Aguardo com expectativa a chance de tratar com o presidente no futuro, inclusive me aconselhar, pois ele explicou algumas das dificuldades, alguns dos ambiciosos recursos e algumas das coisas grandiosas que foram alcançadas.

Então, Sr. Presidente, foi uma grande honra estar com você e espero encontrá-lo muitas e muitas vezes no futuro.