Imagine uma casa noturna em algum lugar nos arredores do tempo. Uma jukebox clássica no canto, tocando músicas com letras modernas estranhamente familiares, como Miley Cyrus, Radiohead ou um esquecido Jazzman de Kansas City.

Se tal lugar realmente existe, sem dúvida, a trilha sonora é de Jukebox Post-modern de Scott Bradlee. Fundado pelo pianista e arranjador Scott Bradlee em 2009, o conjunto toca um pop contemporâneo, hits do rock e R&B no estilo de diversas épocas, do swing para o doo-wop, do ragtime para a Motown, ou, como o proprio Bradlee diz, “pop em uma máquina do tempo”. A banda lançou uma série de vídeos no YouTube filmados na sala de estar da casa de Bradlee com enorme sucesso, acumulando mais de 450 milhões de visualizações e mais de 2 milhões de assinantes, alem de uma aparição no show matinal “Good Morning America” e performances em todo o mundo.

The Essentials, reúne 18 canções e estilos que abrangem décadas. A escolha de Bradlee do material varia do rock dos anos 80 dos Guns N ‘Roses, as batidas recentes de Justin Bieber.

Postmodern Jukebox é certamente uma repreensão para os que afirmam que “eles não fazem como eles costumavam fazer.” The Essentials é um álbum envolvente e une gerações em uma única rotação.