Dezenove estados americanos aumentaram ou estão em processo para aumentar o salário mínimo estadual por hora, chegando a $11.50 em alguns estados.

Entre os estados que oferecem os salários mínimos mais altos estão Massachusetts e Washington, de acordo com a Associated Press. No Arizona, o salário saltou $1.95, saindo de $ 8.05 para $ 10.00.

O aumento deverá beneficiar cerca de 5 milhões de trabalhadores com baixos salários em todo o país. A última vez que o salário mínimo aumentou nos Estados Unidos foi em 2009.

Em alguns estados, o aumento salarial é resultado de um referendo realizado no ano passado, mas no Alaska, Flórida, Missouri, Montana, Nova Jersey, Ohio e Dakota do Sul, o aumento salarial foi baseado na indexação.

Os sindicatos aplaudiram o aumento, mas algumas organizações empresariais ameaçaram desafiá-lo. No Arizona, a Câmara de Comércio e Indústria do Estado entrou com uma ação judicial para bloquear o aumento, pelo menos temporariamente.

Como de costume, os políticos e os defensores dos trabalhadores argumentam que o aumento salarial vai impulsionar a economia, aumentando o poder de compra das pessoas. Mas algums empresários dizem que simplesmente não podem pagar um salário mais alto.

O salário mínimo também vai aumentar em 22 cidades e condados, incluindo San Diego, San Jose e Seattle. De acordo com a Forbes, a população de São Francisco verá o salário mínimo crescer para US $ 15 por hora até 2018.

A seguir a lista dos novos salários nos 19 estados americanos:

• Massachusetts: $11.00
• Vermont: $10.00
• Washington: $11.00
• Califórnia: $10.50
• Connecticut: $10.10
• Arizona: $10.00
• Vermont: $10.00
• Alaska: $9.80
• New York: $9.70
• Colorado: $9.30
• Hawaii: $9.25
• Maine: $9.00
• Michigan: $8.90
• South Dakota: $8.65
• Arkansas: $8.50
• New Jersey: $8.44
• Montana: $8.15
• Ohio: $8.15
• Florida: $8.10
• Missouri: $7.70

Source: Economic Policy Institute