O mercado imobiliário nos Estados Unidos continua mais favorável para vendedores do que compradores. As taxas de juros começam a crescer e a oferta de casas no mercado continua baixa.

Contudo, compradores não devem se apavorar ainda. Embora o Fed tenha aumentado os juros do País em 0.5% no último mês, os juros dos empréstimos imobiliários não são determinados pelo Fed, apenas afetados por ele. O aumento do mês passado era muito esperado, o que significa que o mercado já absorveu a mudança. Por isso, muitos especialistas não vêm os juros do mercado de imóveis subindo nas próximas semanas.

Além disso, o juro imobiliário continua relativamente baixo e muitos especialistas não esperam que ele aumente além de 5% ao ano em 2017. No mês passado, a taxa de juro média para uma prestação fixa de 30 anos era de 4.21%. Um ano atrás, era 3.68%. Nas taxas atuais, um comprador vai pagar $57 por mês a mais que um ano atrás para um imóvel com valor de compra de $235,000 e entrada de 20%.

Esse aumento pode não adiar o sonho da casa própria de muitos compradores, mas pode tornar-se uma barreira para aqueles que compram em bairros mais caros ou que estão no limite da capacidade de comprar.

Até o momento, é esperado que o Banco Central aumente as taxas de juros três vezes este ano. Se a sua ação tornar-se mais agressiva, as taxas de juros do mercado imobiliário poderão crescer mais significativamente.