O mais emblemático clube de jazz do mundo acaba de inaugurar a sua primeira filial no hemisfério sul, no Rio de Janeiro.

O Blue Note é mais uma empreitada do empresário Luiz Calainho, diretor da L21 participações, com os sócios Daniel Stain, Marcelo Megale, Flávio Pinheiro, e com o grupo de marketing promocional TGF, de Armando Lisboa e Thiago Goes.

O clube nova-iorquino presente em sete cidades ao redor do mundo (Nova York, Califórnia, Hawaii, Milão, Pequim, Tokyo e Nagoya) abre no Rio a sua primeira filial no hemisfério sul e chega à cidade para oferecer aos amantes da música a melhor opção para se ver e ouvir o jazz e a música instrumental contemporâneos, com a intimidade que só os clubes de jazz podem oferecer, onde proximidade do público com os artistas e o seu som se tornam muito especiais. Entre as atrações confirmadas, já estão nomes como Chick Corea e Steve Gadd Band, Sergio Mendes, Baby do Brasil Maceo Parker.

Este é o melhor mo-mento para esta renovação do cenário musical carioca, uma vez que em 2017 o jazz completa 100 anos e tem sido festejado em todo o mundo.

O Blue Note Rio está localizado no Complexo Lagoon, coração da zona sul carioca, num espaço de 800m². Tem capacidade para 350 espectadores, dois bares, restaurante, e como não podia deixar de ser, luz e som de última geração. O Blue Note Rio oferece uma programação com shows de quarta a sábado, com destaques nacionais e internacionais a cada mês e bandas residentes. A partir de outubro a casa se torna também um centro gourmet, sob o comando do premiado chef Pedro de Artagão, com foco no binômio artístico-empresarial com live jazzy music, o gastro-jazzy, no almoço, no jantar e no brunch de domingo. A música estará sempre presente, oferendo um ambiente único na cidade.

Fonte: Edelman do site www.segs.com.br