Os programas que você pode fazer em Foz além das Cataratas, merece um atualização. E já adianto que terá outra o ano que vem, quando um novo parque aquático e um bar de gelo chegam à cidade.

Marco das Três Fronteiras

Após anos de abandono, finalmente em 2017 terminou a revitalização desse que é um dos principais pontos turísticos de Foz. A atração agora é administrada pelo Grupo Cataratas, o mesmo que opera no Parque Nacional do Iguaçu, trazendo tecnologia e interação para os visitantes.

O marco é um obelisco de pedra localizado no encontro dos rios Iguaçu e Paraná, na Tríplice Fronteira com Argentina e Paraguai. Cada país tem seu obelisco que forma um imaginário triângulo equilátero. Aliás, um parêntese aqui, não deixe de conhecer o obelisco argentino, na belíssima Costanera, avenida que margeia o Rio Iguaçu.

Voltando para o lado brasileiro, apesar de ficar aberto desde às 10h da manhã, é a partir do pôr do sol que a visita fica mais interessante, quando além da vista para os rios, há um espetáculo de luz e água ao redor do obelisco.

Iguassu River Tour

Iguassu River Tour: um city tour fluvial pelos rios Iguaçu e Paraná, em Foz do Iguaçu (PR). Também com uma pegada de aproveitar o fim de tarde na Tríplice Fronteira, esse novo passeio é, na verdade, um city tour fluvial pelos rios Paraná e Iguaçu. Realizado em uma lancha que passou o dia inteiro se aventurando nas Cataras do Iguassu, no passeio do Macuco Safari, agora a embarcação navega por águas um pouco mais calmas, mas há pontos mais velozes nos rios.

Partindo do Porto Echaporã, no Rio Paraná, em uma hora e dez minutos de passeios, 20 passageiros navegarão pelas águas que consagraram o destino, só não passando próximo das Cataratas. Subindo o Rio Paraná, a lancha atravessa a Ponte da Amizade, entre Brasil e Paraguai, seguindo em direção à uma visão frontal e magnâmima da Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Do lado paraguaio, ainda consegue ver a Usina Hidrelétrica Acaray, no afluente homônimo do Paraná.

Ao chegar na Trípice Fronteira, no encontro dos rios Iguaçu e Paraná, aproxima-se dos três marcos, navegando até a Ponte Internacional Tancredo Neves, que divide o Brasil da Argentina.

Um veículo pega os passageiros às 17h na frente do Hotel Bogari, na Avenida Brasil, mas quem preferir pode seguir de veículo próprio até o Porto Echaporã, onde o tour começa às 18h.

Acquamania

Depois de tanto ver rio, que tal se aventurar ou relaxar nas piscinas do Acquamania, em Foz do Iguaçu? Um dos mais tradicionais hotéis de Foz do Iguaçu, o Panorama, na Rodovia das Cataratas, foi negociado com o Grupo Recanto Cataratas, que mantém um exitoso hotel na entrada da cidade e é uma das empresas que mais investem em Foz. O Vivaz Cataratas Resort & Aquaparque ainda está em reforma, devendo contar com força máxima no começo de 2018.

Por via indireta, quem acabou lucrando foi o Acquamania, parque aquático vizinho ao empreendimento, aberto a quem não está hospedado, que aproveitou o período mais frio do ano para fazer algumas reformas em suas instalações.

Com 8 toboáguas e uma enorme piscina infantil, é natural que a molecada convença os pais a passarem um tempo por lá. Os adultos aproveitam mais o rio de correnteza a bordo de boias.

Fonte: viagemeturismo.abril.com.br, por Fernando Leite