Throckmorton Fine Art anuncia exposição do 20º aniversário especial de fotografias de Guggenheim com o premiado fotógrafo brasileiro Valdir Cruz. A exposição estará disponivel até dia 24 de fevereiro de 2018. Presenças, é a sétima exposição individual de Cruz em Throckmorton Fine Art, em Nova York. É uma seleção vintage, impressão de prata de gelatina a partir de três projetos: Faces da Mata, Caminho da Água (O Caminho das Águas) e raízes (Raízes).

Faces da Mata: As fotografias de povos indígenas são captadas a partir dos seis anos de expedições nas áreas remotas de florestas tropicais da Amazônia brasileira e venezuelana. Cruz não se limitou a visitar essas tribos. Ele passou mais de cinco meses vivendo com eles e participou de suas vidas diárias. A candura dessas imagens reflete os termos familiares de seu relacionamento.

Caminho da Água (O Caminho das Águas): Com a mesma intensidade, Cruz, ao longo de muitos anos, fotografou as cachoeiras de seu estado natal, Paraná.

Raízes (Raízes): Cruz fotografou as árvores extraordinárias do estado de São Paulo, resultando em uma coleção chamada “retratos”.

Ao longo das últimas três décadas, Cruz narra, através de suas lentes, lugares únicos e efêmeros do Brasil, onde as pessoas e as paisagens criam uma impressão indelével sobre o espectador.

Cruz vive aqui nos Estados Unidos há mais de trinta anos, onde foi premiado com uma bolsa Guggenheim em 1996 com Faces da Mata. Desde 1996, Valdi Cruz já publicou dez livros de fotografia.

Cruz é representado nas coleções permanentes do Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Museu de Arte Moderna (MoMA) em Nova York, a Biblioteca Pública de Nova York, Museu de Belas Artes de Houston, TX., além do Smithsonian Institution de Washington, DC.

Fonte: www.throckmorton-nyc.com