A arrecadação com royalties e participações sobre a produção do petróleo cresceu 71% entre 2016 e 2017, um resultado positivo após dois anos de queda na atividade petrolífera no País. Os dados são do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE) e ainda são números parciais.

Com a retomada da atividade na área, com novos leilões realizados no ano passado, a estimativa é que arrecadação com a exploração da matéria-prima tenha gerado no ano passado R$ 30,4 bilhões à União, estados e municípios, contra R$ 17,7 bilhões em 2016. Royalties são uma espécie de imposto cobrado das petroleiras pelo direito de extrair petróleo no Brasil.

Fonte: Governo do Brasil