Há uma epidemia de animais exóticos nos Estados Unidos. A maioria desses animais, não é nativa dos EUA, mas são comprados, vendidos ou trocados por meio do comércio ilegal de vida selvagem. Os lobos, por exemplo, podem ser obtidos com uma simples pesquisa no Google.

Apesar dos lobos serem amplamente diferentes dos cães domesticados, as pessoas são atraídas pela sua beleza e “selvageria”, e muitos desejam manter um como animal de estimação. Embora muitas espécies de lobos estejam ameaçadas de extinção nos EUA, é incrivelmente fácil comprar um lobo de raça pura ou um cão-lobo de “alto teor” através dos criadores online. Muitos dos anúncios informam aos donos em potencial que o animal ou filhote é “criado dentro de casa”, “bem sociável”, “de raça seletiva”, possui um “temperamento excelente” e foi “amamentado com mamadeira”. Essas descrições são usadas para convencer os clientes de que ele podem ser criados e mantidos como se fossem qualquer outro cão.

A realidade é que, ao contrário dos cães domesticados que evoluíram para viver com humanos durante milhares de anos, os lobos são selvagens. Pessoas que compram lobos e cães-lobos quando ainda filhotes conseguem cuidar desses animais, mas conforme eles crescem, tornam-se frequentemente agressivos e destrutivos.

Infelizmente, muitas pessoas aprendem isso da forma mais difícil, mas as verdadeiras vítimas são os animais. Uma vez que os donos percebem que não são capazes de domesticá-los, eles tentam levá-los para um abrigo. Entretanto, não há uma vacina contra a raiva aprovada para lobos ou híbridos, então eles normalmente acabam sendo eutanasiados no local.

Cuidar de lobos e cães-lobos exige um profundo entendimento dos seus comportamentos complexos e a habilidade para fornecer espaço e estímulo suficientes para mantê-los contentes em cativeiro. Normalmente, as únicas pessoas que são capazes de cuidar desses animais são aquelas que dirigem santuários de lobos e que devotam suas vidas aos lobos e os híbridos cães-lobos sob seus cuidados.

Estes santuários incríveis estão trabalhando para acabar com a epidemia de lobos de estimação educando o público sobre a posse de um lobo, e fornecendo um lar definitivo e seguro para os incontáveis animais abandonados.

Para conhecer alguns desses santuários entre no site www.olharanimal.org

Fonte: www.olharanimal.org