Viajar para a Rússia é uma oportunidade única para se familiarizar com a história e a cultura da Rússia.

A Rússia abrange onze fusos horários e dois continentes e é um dos países mais bonitos do mundo. Este é um ótimo país com uma variedade de rios, florestas e montanhas imponentes.

Agora você tem a chance de explorar essa terra de impressionante beleza e diversidade, desde magníficas capitais, Moscou e São Petersburgo, até a vida mediana das cidades siberianas.

É claro que a capital da Rússia não iria ficar de fora do maior evento de futebol do mundo. Moscou não será apenas sede da Copa do Mundo de 2018, como também será palco de jogos importantes e decisivos.

Mas o que falar sobre a cidade? Bom, é o típico exemplo de lugar que quando visitado transforma totalmente o que você pensava até então. Se a princípio, você esperava um lugar rústico e até intimidador, vai conhecer uma cidade extremamente vibrante, com bagagem histórica gigante e onde o número de turistas só têm aumentado a cada ano.

A movimentada metrópole encanta com sua arquitetura e fluxo de pessoas. Monumentos e pontos turísticos grandiosos fazem parte do espetáculo, como a Praça Vermelha, o Kremlin, Catedral de São Basílio e o Teatro Bolshoi.

A Praça Vermelha, por exemplo, é o grande coração de Moscou. Não é a toa que os principais marcos históricos da ci-dade ficam ao seu entorno. Com um passado ligado ao comunismo, hoje a praça serve como referência e cartão postal. Durante todo o ano você pode presenciar diversos eventos, desfiles e mini espetáculos públicos por lá.

Bem pertinho da praça, fica a fortaleza do Kremlin. É dentro dessa área fechada que foi inicialmente construída a cidade e onde atualmente ficam os principais escritórios do governo russo. Por isso, não é de se estranhar que é residência oficial do presidente da Rússia e uma espécie de complexo de galerias, museus e até catedrais com peças que re-tratam a história da cidade e do país.

E o que falar do Teatro Bolshoi? O lugar é sede do maior e mais prestigiado corpo de ballet do mundo. Dizem que ver uma de suas óperas ou uma apresentação é uma das coisas mais românticas a se fazer na cidade. Seja como for, o glamour, refinamento e técnica que beira a perfeição é algo que move pessoas do mundo inteiro para ir ao teatro e assistir um dos espetáculos.

É claro que ainda precisamos falar da Catedral de São Basílio. Localizada na própria Praça Vermelha, juntos aos muros do Kremlin, a igreja multicolorida e alegórica foi construída em 1561 a pedido de Ivan, o Terrível. Diz a lenda que o Czar ordenou que cegassem o arquiteto, para que ele jamais construísse algo tão magnífico.

Além desses lugares, não tem como não comentar sobre a rua Ulitsa Arbat. Uma das mais antigas e famosas ruas de Moscou. Por lá, você poderá comprar quase qualquer tipo de presente e souvenir. Ideal para quem gosta de gastar.

Originalmente, era ocupada por comerciantes orientais, mas hoje abriga uma grande comunidade artística e cafés bem frequentados. Nessa rua também fica a casa onde viveu Pushkin com sua esposa e que hoje, foi transformada em museu.

É claro que esses são apenas os lugares mais famosos da cidades, existem dezenas de museus, monastérios, galerias, ruas, praças e demais atrações para se visitar. Moscou é, sem dúvida um dos lugares mais charmosos para curtir o clima e tradição russa.

Fonte: www.maiseuropa.com.br, Breno Rosa