Uma alimentação saudável e atividade física são fundamentais para conseguir perder e manter o peso. Mas para quem está com sobrepeso ou obeso, o que ajuda mais: dieta ou exercício? É possível falar de um percentual de combinação indicado para o emagrecimento, como 70% de dieta e 30% de atividade física?

Não existe composição mágica para indicar o balanço ideal entre exercício e alimentação.

Caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal, a obesidade é um dos maiores problemas de saúde atualmente e está cada vez mais presente na sociedade, já sendo considerada uma epidemia. No Brasil, uma em cada cinco pessoas são obesas e mais da metade da população das capitais brasileiras está com excesso de peso. Boa alimentação e atividade física compõem os dois pilares para um emagrecimento saudável.

Atividade física

A importância da atividade física na perda de peso vai muito além da queima de calorias, pois repercute na saúde de forma global. Promove melhora na condição física e no funcionamento biológico, reduz o estresse, melhora o humor e diminui o risco de doenças cardiovasculares.

Dessa forma, a atividade física deve ser sempre recomendada, especialmente para indivíduos obesos. A recomendação geral é praticar atividade física aeróbica e resistida, ou seja, bicicleta, corrida ou natação, associada a algum exercício de musculação ou algum exercício funcional. Mas sempre com muito cuidado para que não ocorra nenhuma lesão, porque senão a pessoa vai ficar muito tempo parada.

Recomendações para a adoção de hábitos de vida saudáveis.

Um dos alicerces para o enfrentamento do excesso de peso e da obesidade reside na promoção da alimentação saudável:

• Faça dos alimentos in natura ou minimamente processados a base de toda a sua alimentação;
• Utilize óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e/ ou cozinhar os alimentos e evite caldos e temperos industrializados;
• Evite alimentos ultraprocessados (salsichas, linguiças, salames e presuntos, entre outros) e alimentos preparados em frituras de imersão (batata frita, salgados);
• Reduza a ingestão de açúcar, sal e gordura saturada;
• Aumente o consumo de frutas, verduras e legumes;
• Aumente a prática de atividades físicas, faça exercícios ou uma caminhada.

Fonte: www.saudebrasilportal.com.br