Batizada de “Suíça Brasileira”, Campos do Jordão localizada no Estado de São Paulo, faz jus ao glamouroso título quando chega o inverno no Hemisfério Sul. A 1.628 metros de altitude (é o núcleo urbano mais alto do país), emoldurada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira e pelos bosques coloridos com o amarelo dos plátanos, a cidade capricha na arquitetura típica européia, na gastronomia que combina sabores e receitas do Velho Mundo e na programação erudita do Festival de Inverno, um dos mais conceituados do país quando o assunto é música clássica.

Em julho, todas as virtudes de Campos do Jordão ganham doses generosas de sofisticação. E, junto com elas, novidades e surpresas que podem ser traduzidas em uma estação de esqui com neve artificial, gigantescos shoppings centers e boates com validade de apenas um mês. E ainda tem o Festival de Inverno, com concertos em praças e igrejas.

Os “Alpes” brasileiros, porém, também apresentam facetas rústicas. Para explorá-las, aposte nos passeios que remetem ao bucolismo das montanhas cobertas por araucárias. De teleférico, chega-se ao Morro do Elefante, que descortina vista panorâmica da cidade.

Um trem em estilo inglês conduz à cidadezinha de Santo Antônio do Pinhal passando pelo trecho de ferrovia mais alto do país. Trilhas íngremes e escadaria de ganchos levam ao topo da Pedra do Baú, o mirante oficial da região, acessível também através de cavalgadas.

Apesar da fama de destino sofisticado, Campos do Jordão oferece muitos atrativos típicos de cidades do interior como passeios de bonde e teleférico, além de cavalgadas e visitas a jardins. Mas também há tours cheios de adrenalina, como os de jipe até a Pedra do Baú ou de quadriciclo por estradas de terra que levam a cachoeiras.

A beleza natural do bairro do Alto da Boa Vista emoldura os principais centros culturais de Campos do Jordão. E convida a conhecer espaços como o Palácio Boa Vista, residência de inverno do governador; e o Museu Felícia Leiner, instalado nos jardins do Auditório Cláudio Santoro.

Campos do Jordão, ganha uma dose a mais de glamour no mês de julho, quando acontece o Festival de Inverno. O evento de música erudita, que teve início em 1969, não para de crescer, atraindo instrumentistas renomados do Brasil e do exterior. A vasta programação inclui ainda oficinas para jovens músicos.

A noite em Campos do Jordão começa e termina na Vila Capivari.

Prefira circular a pé. Uma alternativa é utilizar o bondinho urbano, que corta toda a cidade.

Em Campos do Jordão não há semáforos – fique atento ao movimento de pedestres sobre a faixa.

Fonte: www.feriasnobrasil.com.br