Quando você chega a Fairbanks, no Alasca, o que parece ser o fim do mundo é apenas o começo. Há muito conhecido como “A terra do sol da meia-noite”, este paraíso é fantástico o ano todo. Então, segure o seu gorro (e suas luvas) porque muito mais do

que a aurora boreal o espera na Última Fronteira. Aqui estão algumas das principais seleções para viajantes com curiosidade cultural e es-pírito aventureiro.

A história de Fairbanks é rica em ouro. Fundada no início do século XX, a cidade foi construída principalmente com base no fervor da Febre do Ouro, sendo o garimpo uma atividade popular para os viajantes – e foi exatamente assim que a Gold Daughters começou. Inaugurada pelas irmãs locais Jordan e Ilaura Reeves, a Gold Daughters ensina a seus visitantes a essência da extração de ouro e os convida a fazer parte da história viva da cidade do Alasca. O que é ainda melhor? Achado não é roubado! Compartilhe a sensação sentida pelas primeiras pessoas que, literalmente, descobriram ouro nesta terra maravilhosa, e se aventure no garimpo pelo ouro com os melhores.

Os viajantes há muito tempo colocam “a aurora boreal” no topo da lista do que não podem perder. Embora não haja garantias de testemunhar o show da aurora boreal, Fairbanks, que fica no cinturão da aurora no interior do Alasca, é um dos poucos lugares no mundo onde você pode apostar que terá um vislumbre do fenômeno.

Pegue sua câmera e capture a beleza da paisagem e da vida selvagem do Alasca e, se você tiver sorte, do fenômeno da aurora boreal. Afinal, uma imagem vale mais que mil palavras.

Não há dúvida de que o Alasca apregoa quem é quem das grandes feras, e a Robert G. White Large Animal Research Station – ou LARS – na University of Alaska Fairbanks é uma das joias escondidas que moradores locais e turistas podem visitar o ano todo para vê-las. Conheça de perto a colônia de renas e bois-almiscarados que a LARS está estudando, em um destino que é tanto educativo quanto divertido.

Embora a beleza natural de tirar o fôlego deixe você encantado, infinitas oportunidades para explorar a cultura nativa do Alasca, uma comunidade de arte vibrante e um centro fascinante vão deixar você querendo mais. Se você quiser explorar os confins do mundo (ou, pelo menos, dos Estados Unidos), Fairbanks, no Alasca, será um lugar inesquecível.

Fonte: www.visiteosusa.com