Em 19 de novembro de 1969, uma quarta-feira, Pelé, que perseguia o seu milésimo gol há algumas partidas, parecia ter deixado a marca histórica para o estádio em que o Santos gostava de

jogar e no qual conquistara o bicampeonato mundial de clubes. O adversário era o Vasco, e o jogo válido pelo então Torneio Roberto Gomes Pedrosa. O segundo gol do Santos, o da vitória por 2 a 1, veio aos 33 minutos do 2º tempo, em falta cometida no Rei do Futebol – falta muito contestada pelos jogadores vascaínos, que reclamaram que Pelé se atirara no lance. Mas o pênalti foi assinalado e Pelé cobrou no canto direito, para desespero do goleiro Andrada, que pulou no lado certo, mas não conseguiu evitar aquele que seria o milésimo gol do Pelé.

Fonte: CBF