Eliane Soares lançou o livro “Joias do Brasil”. O livro traz um olhar para a diversidade de estilos, materiais, conceitos e possibilidades da joalheria contemporânea. Uma verdadeira mudança na história da joalheria.

O projeto da curadora, reúne principais trabalhos dos mais representativos designers desse segmento no Brasil. Nomes como: Carol Bergocce, Reny Golcman, Mel Chung, Miriam Mamber, entre tantos outros.

As joias de arte retratadas na obra pulsam com esta variedade expressiva, oferecendo ao público uma vasta interpretação, afetos e inspirações. São joias que fazem emergir sensações estéticas múltiplas, um dos efeitos essenciais da arte.

O designer de joias é um artista. Sua arte deve ser valorizada e difundida.

Eliane Soares, curadora de arte e design, se dedica a desvendar designers e artistas brasileiros cuidando de sua arte.

Seu olhar está voltado para a originalidade na concepção de obras e a criatividade na escolha dos materiais para sua execução. Caminhar lado a lado do artista, ajudando-o a dar visibilidade às suas criações no meio comercial e artístico é, sem dúvida, seu maior propósito como Curadora.

Estudou jornalismo e também se dedicou à graduação em design de joias e estudos posteriores em Estética e História da Arte. Nessa época, o desejo de inserir a joalheria no universo de arte já pulsava dentro dela.

Abriu seu ateliê de joalheria em São Paulo no início dos anos 2000. Em 2006, lançou sua própria marca de joias, LissBela.

Em 2013, foi convidada pelo designer Fabrizio Giannone para ajudá-lo no desenvolvimento de uma coleção sofisticada e contemporânea focada em um público mais jovem: o resultado foi Constelações, uma coleção que protagonizou gemas em seu estado bruto e natural. Meses depois, desenhou uma linha autoral, Lucky, a partir de um estudo sobre proteção e crenças. Em pouco tempo, a marca conquistou o público-alvo, e como consequência desse resultado ela tornou-se colunista da

Revista Oscar Freire, onde escrevia sobre tendências da joalheria.

O próximo marco de sua trajetória foi a parceria com a joalheria Grifith em 2014. Com inspiração em uma visita que fez ao Vaticano, suas pinturas, afrescos e esculturas da Capela Sistina, criou a coleção Capela, que representa as virtudes mais importantes: Fé e Esperança, cultivadas desde tempos remotos e que, todavia, seguem sen-do essenciais em sua vida.

Em 2016, a Grifith criou uma coleção a quatro mãos com o artista já falecido Florian Raiss.

Fonte: Agencia Viva