Um projeto de uma mão biônica para uma aula levou um grupo de meninas do ensino médio em Wyoming a desenvolver um aplicativo que facilita a distribuição de refeições prontas a pessoas idosas na comunidade.

Nesse processo, as estudantes venceram o Desafio de Aplicativos do Congresso de Wyoming, um prêmio considerado prestigioso para estudantes de Ciência da Computação.

Teaghen Sweckard precisava aprender a codificar a fim de controlar a mão biônica que estava construindo. “Usando recursos on-line vi que não havia nenhuma oportunidade para outras pessoas aprenderem a codificar na nossa escola”, disse ela.

Assim ela criou um clube, Meninas que Codificam, usando o modelo nacional da organização sem fins lucrativos.

Teaghen, sua irmã e mais tres amigas (foto) apresentaram ideias e todas concordaram com a de desenvolver um aplicativo visando facilitar a distribuição de alimentos em sua cidade para um programa nacional chamado Refeições sobre Rodas.

“A ideia era facilitar o processo que envolvia adquirir informações sobre o cliente, traçar o itinerário e usar o Google Maps”, explicou Teaghen.

Hoje, o clube, rebatizado de Clube de Codificação, inclui estudantes masculinos e femininos, com cerca de 20 membros.

Fonte: https://share.america.gov