Conhecidos como a geração Y, encontrar milionários no cenário econômico entre os trintões faz parte de uma parcela da nova engrenagem empreendedora no Brasil.

O empreendedorismo que não vem de berço fez com que os nascidos nas décadas de 80 e 90 saíssem de sua zona de conforto para se tornarem empresários e deixarem a cadeira de funcionário.

O motivo dessa mudança são as inúmeras possibilidades na era digital.

Na plataforma gratuita, conhecido como o “Rei do Instagram” o jovem Alagoano Carlinhos Maia já bateu mais de 10 milhões de seguidores e é o segundo perfil com os stories mais visualizados no mundo. O conteúdo é simples. Maia conta histórias do cotidiano em uma vila brasileira, ficando atrás somente da socialight Kim Kardashian, protagonista do clã americano “Keep up with the Kardashians”, um reality show televisivo que mostra a rotina de uma das famílias mais comentadas no mundo das celebridades.

Essa visão sobre empreendedorismo não veio inserida nos estudos da nossa educação. Em meio á lenta retomada da economia e uma das maiores taxas de desemprego da história, o jovem brasileiro precisa se colocar no mercado de trabalho, e mais do que isso, precisa se manter. Construir um plano de carreira através do empreendedorismo é a grande alternativa para gerar sua própria renda. É não depender de uma vaga. É criar sua história.

Entre as oportunidades em que jovens tem recebido destaque por implantar novas ideias com funções já programadas pelo sistema, es-tão: E-commerce, Startups, Econegócio, Estética e Bem Estar, Moda, entre outros.

Se o seu plano de negócio tem muitas características para fazer a diferença na vida das pessoas: arrisque!

ARYANE GARCIA
Jornalista, @aryanegarcia
www.aryanegarcia.com

 

SHARE
Previous article(English) Petrópolis, the Imperial City
Next articleIntenção de consumo das famílias tem alta
ARYANE GARCIA
- Jornalista e atua há 13 anos nas áreas televisiva, escrita, produção de eventos corporativos e empresária. É dona de uma linha de nutricosméticos, a ‘Glīti Brasil’. A empresa de cosméticos tem Embaixadoras que revendem o produto em seus Estados. Considerada uma das jovens mais influentes do Noroeste Paulista, trafegou como apresentadora de TV nas principais emissoras do Brasil, é engajada em todos os seus projetos, comprometida com suas metas e mantém a constância na sua rotina de trabalho há mais de uma década. - Journalist and has worked for 13 years in the areas of television, writing, production of corporate events and businesswoman. Owner of her own line of nutricosmetics, ‘Glīti Brasil’. The cosmetics company has ambassadors who resell the product in their states, in Brazil. Considered one of the most influential young women in the Northwest of São Paulo, she worked as a TV presenter in the main broadcasters in Brazil, is engaged in all her projects, committed to her goals, and has maintained a constant presence in her work routine for over one decade.