A volta dos Jonas Brothers, após 6 anos dedicados a projetos paralelos, surpreende, a cada dia, até mesmo os fãs mais antigos.

Com o lançamento do novo álbum, “Happiness Begins”, trazemos algumas polêmicas do novo documentário dos irmãos, “Chasing Happiness”, lançado em junho.

Nem sempre o glamour fez parte da vida de Nick, Joe e Kevin. Moradores de Nova Jersey quando crianças, o primeiro contato com o mundo artístico surgiu ali, no subúrbio da cidade.

O documentário revela um Nick Jonas prodígio, o que incentivou os outros dois irmãos a ingressarem na carreira artística.

Denise Jonas e Paul Kevin Jonas I, a Mama e o Papa Jonas, tiveram um papel fundamental nessa fase e são enaltecidos pelos meninos. Eles relatam as longas viagens de carro que faziam para se apresentarem conduzidas pela mãe, que tinha acabado de dar à luz a mais um bebê, e

o fato do pai ter desistido da carreira de pastor.

Camp Rock, inicialmente, queria apenas Joe. A primeiro momento, o musical tinha apenas o papel de Shane Gray a oferecer para o atual marido de Sophie Turner. Após muita insistência do Papa Jonas, o Connect 3 ganhou uma chance e os outros dois irmãos entrarem para o elenco do grande sucesso da Disney.

O término do trio foi decisão de Nick. Joe e Kevin, assim como seus fãs, ficaram com o coração partido. “O que mais doeu foi ter partido do Nick. Ele é meu melhor amigo. Para mim, Kevin, Nick e eu faríamos isso para sempre. Éramos nós contra o mundo.”, conta Joe.

Se em algum momento você duvidou desse comeback, pode relaxar! Com tantas novidades, vamos ouvir falar sobre os Jonas Brothers por muito tempo.

Durante o documentário, é possível, também, ouvir um pouco das novas músicas: “Rollercoaster”, “Jersey” e “Comeback”, que compõem a tracklist do “Happiness Begins”. Só sucesso!

Fonte: Midiorama