Uma das principais atrações turísticas e culturais de São Paulo (SP), o Museu do Futebol reabriu ao público com uma grande homenagem ao 80º aniversário de Edson Arantes do Nascimento. “Pelé 80 – o Rei do Futebol” é uma exposição que conta um pouco da história do ex-atleta, sua vida, suas conquistas e sua trajetória como um dos ícones do Brasil. A mostra, que adota todos os protocolos de biossegurança, vai até abril de 2021. A exposição tem a curadoria do cenógrafo Gringo Cardia e conta com recursos captados via Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura. Veja mais informações AQUI.

A exposição sobre o Rei Pelé, de acordo com o Museu do Futebol, busca mostrar essa lenda às gerações que não o viram jogar e transpor a imagem do Rei a uma visualidade universal e contemporânea. Logo na entrada do museu, uma enorme escultura de Pelé ao estilo de mini-craque convida o público para selfies e fotos antes de seguir para a sessão do filme criado por Gringo Cardia especialmente para a exposição.

Toda a trajetória de Pelé é contada por meio da montagem e animação de 444 imagens históricas, que cobrem desde os primeiros anos do ex-jogador em Três Corações, interior de Minas Gerais, até a conquista da fama mundial na Copa de 1958; os 18 anos defendendo o Santos Futebol Clube; a consagração definitiva na Copa de 1970 e o último jogo pelo Cosmos, de Nova York.

O Museu do Futebol fica localizado numa área de 6.900 m² no avesso das arquibancadas do Estádio do Pacaembu, foi inaugurado em 29 de setembro de 2008 e é um dos mais visitados do país. O espaço é totalmente acessível ao público de pessoas com deficiência e estrangeiros, dispondo de recursos variados, tanto de acessibilidade física (escadas rolantes, elevadores, piso po-dotátil, cadeira de rodas) quanto de acessibilidade comunicacional

Foto: Luis Blanco/ Governo do Estado de São Paulo

(audioguias em inglês, espanhol e para cegos, maquetes táteis, materiais sensoriais etc).

Por causa da pandemia, o Museu do Futebol está funcionando em horário reduzido, de quinta a domingo, das 13h às 19h. Os ingressos serão vendidos exclusivamente pela internet e com horário marcado, para evitar filas. Além disso, o local está adotando medidas para limitar o público: só é permitida a entrada de 10 visitantes a cada 25 minutos; obrigatoriedade de uso de máscaras para pessoas com idade a partir de 3 anos; distanciamento social; disponibilização de álcool gel para os visitantes em vários pontos da exposição; suspensão de serviços como guarda-volumes e empréstimo de cadeiras de rodas e carrinhos de bebês.

Quem quiser conhecer mais da vida de Pelé e ainda desfrutar das belezas da Baixada Santista, encontra em Santos (SP) pontos turísticos únicos, como o Museu Pelé, cujo acesso pode ser feito pelo Bonde Turístico. O Museu está com uma programação especial em homenagem aos 80 anos do ex-jogador, com a exposição telas de diversos artistas que retratam Pelé em forma de arte.

Para visitação e passeio no Museu Pelé é obrigatório o uso de máscaras e a administração local mede a temperatura dos visitantes, que está em escala reduzida a 40%, disponibiliza álcool gel 70%, além de orientar o distanciamento mínimo entre as pessoas. O Museu Pelé funciona de quinta a domingo, das 10h às 16h (bilheteria fecha às 15h) e o bonde funciona de quinta a domingo, das 12h às 16h (saídas a cada hora cheia).

Seu acervo é composto por cerca de 2.500 peças, das quais são selecionadas as que fazem parte de cada exposição, e contam a trajetória e as conquistas do atleta e do homem. Espaço Interativo – Técnicas de interatividade farão com que o visitante do Museu Pelé se sinta parte do espetáculo!

Fonte: Ministério do Turismo